Consultas

Dirigir-se à Rede Contratada do PRÓ-SAÚDE, apresentando a Carteira do Programa e um documento de identificação. Entretanto, se estiver sem a carteira, o prestador tem como consultar no site do TJDFT se o usuário é beneficiário do Pró-Saúde.

Obs.: A consulta de retorno não é prevista no Regulamento do Pró-Saúde ou em contrato. De acordo com a Resolução CFM 1.958/2010, “Quando houver necessidade de exames complementares que não possam ser apreciados nesta mesma consulta, o ato terá continuidade para sua finalização, com tempo determinado a critério do médico, não gerando cobrança de honorário”. E em “caso de alterações de sinais e/ou sintomas que venham a requerer nova anamnese, exame físico, hipóteses ou conclusão diagnóstica e prescrição terapêutica o procedimento deverá ser considerado como nova consulta e dessa forma ser remunerado”. Assim, não existe prazo máximo de 15 dias, como muitos acreditam, para que seja considerada consulta de retorno.